Alimentação em Foco Menu
Você sabe o que são alimentos reguladores?

Compartilhar com Facebook Compartilhar com Twitter Compartilhar com Google+ Compartilhar com LinkedIn Compartilhar com Pinterest

Você sabe o que são alimentos reguladores?


Os alimentos se dividem em três grupos: construtores, reguladores e energéticos. Já falamos aqui sobre os alimentos construtores e a importância deles para nossa saúde.

Agora vamos conhecer sobre o segundo grupo de alimentos, os alimentos reguladores.

Alimentos Reguladores

Alimentos Reguladores são aqueles que, como o próprio nome sugere, regulam e controlam as funções do organismo, mantendo o seu bom funcionamento.

Este grupo possui alimentos ricos em vitaminas, minerais, fibras e água, atuando no sistema imunológico e facilitando a digestão entre outros inúmeros benefícios.

Os nutrientes encontrados nos alimentos reguladores são essenciais para controlar processos metabólicos que acontecem diariamente e constantemente no nosso organismo, sem eles vários processos vitais ficariam comprometidos.

Estamos falando até mesmo de mecanismos muito básicos, como por exemplo: a produção de energia, a contração muscular e o combate aos radicais livres.

Onde encontrar os alimentos reguladores?

Os alimentos reguladores são de origem vegetal, sendo principalmente compostos por frutas, verduras e legumes.

Vamos listar alguns alimentos em que encontramos maior quantidade de vitaminas, fibras e sais minerais fornecidas pelos alimentos reguladores.

Vitaminas

Os alimentos reguladores contêm altas concentrações de vitaminas, como as vitaminas A, C, E e do complexo B, por exemplo.

Todas são importantes para as funções do organismo, e por isso, devem fazer parte da alimentação diária.

É possível encontrar boas fontes de vitaminas em:

  • Morango
  • Abacaxi
  • Melão
  • Caqui
  • Manga
  • Laranja
  • Tomate
  • Couve
  • Banana, entre outros.

Fibras

As fibras são bastante importantes no grupo dos alimentos reguladores. Elas ajudam na regulação e saúde do intestino, interferem na saciedade e participam da liberação do açúcar no sangue (glicemia). Frutas, verduras e legumes fazem parte desta lista, e você pode encontrá-los nos seguintes alimentos:

  • Cenoura
  • Rúcula
  • Agrião
  • Almeirão
  • Alface
  • Espinafre
  • pepino, entre outros.

Sais Minerais

Os alimentos reguladores ainda contêm boas quantidades de sais minerais, como cobalto, fósforo, ferro, potássio, magnésio, manganês, cobre e zinco.

Esses nutrientes são fundamentais para o organismo e participam da formação e manutenção de ossos, transporte e armazenamento de nutrientes e oxigênio, além da produção de células sanguíneas.

Em geral, as frutas, as folhas e os legumes são fontes ricas de sais minerais.

Vamos dar alguns exemplos de alimentos que contém boas dosagens de sais minerais:

  • Abacate
  • Ameixa
  • Lentilha
  • Rúcula
  • Acelga
  • Abobrinha
  • hortaliças verde escura.

Quais as principais funções dos alimentos reguladores?

  • Auxílio no processo de crescimento e reprodução;
  • Desintoxicação do organismo;
  • Absorção e metabolização de carboidratos, gorduras e proteínas;
  • Formação de glóbulos vermelhos e anticorpos;
  • Produção de hormônios;
  • Formação de tecido ósseo e dentes;
  • Transmissão de impulsos nervosos;
  • Regulação da pressão arterial;
  • Capacidade antioxidante, entre outros.

Quais os principais benefícios dos alimentos reguladores?

Fortalece pele, cabelos e unhas

Nos alimentos reguladores, a presença das vitaminas é importante para manter a saúde da pele, cabelos e unhas, isso porque elas não são produzidas de maneira suficiente em nosso organismo.

Em alguns casos, nosso corpo sequer tem a capacidade de produzi-las. Por isso, a ingestão desses nutrientes é fundamental.

Com uma ingestão correta dos alimentos reguladores, as vitaminas podem ajudar as unhas a ficarem mais fortalecidas e com um crescimento saudável.

Para os cabelos e para as unhas, os alimentos reguladores podem ter funções semelhantes, pois ajudam no combate a queda e auxiliam no processo de crescimento e fortalecimento também.

Além disso, devido à quantidade de sais minerais nesses alimentos, a reparação e a construção dos tecidos também pode ser regulada.

Combate doenças cardiovasculares

Um outro benefício que esses alimentos podem proporcionar é em relação à imunidade e à prevenção de doenças que afetam o coração ou os vasos sanguíneos (cardiovasculares).

Os legumes possuem polifenóis, que funcionam como antioxidantes no organismo. Essas substâncias estão ligadas diretamente a uma diminuição dos riscos dessas doenças cardiovasculares e também de acidente vascular cerebral.

Melhora a imunidade

O sistema imunológico também é beneficiado. Com a ingestão adequada de todos os nutrientes, é possível que o corpo funcione corretamente e a imunidade seja fortalecida.

Os vegetais de coloração verde, por exemplo,  possuem uma grande concentração do pigmento chamado betacaroteno. A substância se transforma na vitamina A, que ajuda a fortalecer a função imunológica do organismo.

Melhora a função do intestino

As frutas, além de serem boas fontes naturais de vitaminas e minerais, também possuem o que chamamos de fibras dietéticas, que são importantes para melhorar o nosso trato digestivo.

Assim, uma alimentação rica em fibras reduz as chances de prisão de ventre ou desregulação do trânsito intestinal.

Ajuda na saúde dos olhos

Os alimentos reguladores também são capazes de cuidar da saúde dos olhos.

Entre a lista de alimentos reguladores, está o tomate, que contém licopeno. Essa substância é responsável pela pigmentação dos alimentos, mas tem também importantes funções antioxidantes no organismo.

Como ajuda a proteger as células, evitando a oxidação delas, o licopeno ajuda a prevenir doenças oculares, como a catarata.

Hidratação do corpo

Como são fontes importantes de vitaminas, minerais, água e fibras, os alimentos reguladores conseguem manter o corpo e a pele hidratada.

Além disso a água e os demais nutrientes conseguem ser distribuídos corretamente por todo o corpo, fazendo com que os músculos recebam nutrientes suficientes para manter a pessoa de pé e possibilitar a realização de atividade física, como corrida ou caminhada, por exemplo.

Produzem hormônios

As vitaminas e minerais presentes nos alimentos reguladores fazem com que as crianças cresçam e se desenvolvam saudavelmente, podendo chegar à idade adulta sem problemas na produção hormonal.

Você sabia?

Vale à pena ressaltar que tanto a falta quanto o excesso de vitaminas e minerais são prejudiciais ao organismo, por isso, siga a quantidade recomendada por seu médico ou nutricionista.

Além dos alimentos reguladores, é importante que para o bom funcionamento do organismo sejam consumidos alimentos que dão energia e que ajudam a construir os tecidos do corpo, que são classificados como alimentos energéticos e alimentos construtores.




O que você procura?





fechar

Obrigado!


Seu cadastro foi realizado com sucesso.



fechar
Loading