Alimentação em Foco Menu
Cresce a expectativa para o Prêmio Alimentação em Foco 2019

Compartilhar com Facebook Compartilhar com Twitter Compartilhar com Google+ Compartilhar com LinkedIn Compartilhar com Pinterest

Cresce a expectativa para o Prêmio Alimentação em Foco 2019


O evento, que vem engajando a participação de estudantes universitários de todo o País, é uma parceria entre a Fundação Cargill e a Enactus Brasil e ocorrerá em São Paulo nos dias 17, 18 e 19 de julho

A Fundação Cargill e a Enactus Brasil se uniram pelo quarto ano consecutivo e estão trabalhando no cumprimento do edital do Prêmio Alimentação Em Foco 2019.

A premiação vai ajudar com suporte técnico e financeiro em projetos voltados à agricultura familiar, combate ao desperdício de alimentos, educação alimentar e empreendedorismo na área de nutrição.

Os projetos vencedores serão conhecidos dentro da programação do Evento Nacional Enactus Brasil (ENEB), que será realizado nos dias 17, 18 e 19 de julho no Expo Center Norte, na capital paulista. O ENEB é uma olimpíada universitária com foco em conhecimento e inovação.

Neste momento, a Fundação Cargill está promovendo mentorias com funcionários voluntários da Cargill aos 15 projetos pré-selecionados. Esta versão do Prêmio foi lançado em agosto do ano passado.

“No último dia 24 de janeiro, fizemos um treinamento online com os times sobre mensuração de resultados e indicadores e tivemos quase 10 vezes mais espectadores do que o esperado. Sobre as comunidades atendidas, o retorno que temos dos universitários é de agradecimento e engajamento”, destaca Yuri Feres, Diretor Presidente da Fundação Cargill.

“Há alguns dias, foi transmitido ao vivo um webinar, compartilhando conhecimento para mais de 140 universitários presentes no momento da transmissão e para os muitos outros que assistiram à gravação”, emendou Vitor Ungari, Gerente de Programas da Enactus Brasil.

A parceria entre Cargill e Enactus

A Fundação Cargill tem 45 anos de atuação e tem como objetivo central a promoção e a disseminação de conhecimento para uma alimentação saudável, segura, sustentável e acessível do campo ao consumidor.

Com essas premissas, vem apoiando organizações não governamentais e estimulando ações e jovens inovadores no apoio a projetos que promovam a transformação social e a geração de valor na cadeia da alimentação. Além disso, a Fundação Cargill ainda mantém projetos próprios, focados na capacitação de pequenos agricultores.

Já a Enactus é uma organização sem fins lucrativos que está presente em 36 países e que tem como norte unir os top líderes de hoje e os top líderes de amanhã para criar um mundo melhor e mais sustentável, através da ação empreendedora.

O universo Enactus reúne mais de 72.000 estudantes universitários e seus professores e se faz presente em mais de 1.700 campi universitários ao redor do mundo.

No Brasil, a Enactus integra 120 instituições de ensino superior, em 20 estados brasileiros. Além disso, mantém parcerias com empresas multinacionais, entre as quais a Fundação Cargill.

“Este é o quarto de parceria com a Enactus e, a cada ano, percebemos o estreitamento das relações entre as organizações. Temos participação ativa no ENEB como juízes de todas as fases, além do Prêmio Alimentação em Foco. O objetivo é prosseguir e desenvolver ainda mais a parceria”, assinala Yuri Feres, da Fundação Cargill.

Por sua vez, Vitor Ungari, da Enactus Brasil, afirma que “a Fundação Cargill é uma referência quando tratamos da temática alimentação e impacto social, em diferentes esferas, como por exemplo conhecimentos sobre boas práticas, segurança alimentar, acessibilidade e sustentabilidade de toda a cadeia. A Enactus Brasil está presente em universidades ao redor do Brasil, onde na ponta há estudantes universitários que se engajam com comunidades em alguma situação de vulnerabilidade social, mirando o objetivo maior de empoderar em melhorar as condições de vida do público-alvo. Quando procuramos e levantamos dados sobre os desafios globais (e locais) relacionados à alimentação, vemos que as dificuldades são enormes, juntamente com as oportunidades”.

Ungari reflete ainda que a colaboração entre as organizações “é um meio fantástico e necessário para chegarmos mais longe, impulsionando os resultados das duas organizações e criando mais valor para as pessoas impactadas”.

Como foi a edição de 2018

No ano passado, dois entre 15 projetos foram contemplados. O projeto SerTão Sustentável, encabeçado pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA SOBRAL) promove boas práticas de produção de alimentos e consumo consciente com ações pautadas no fortalecimento da agricultura familiar e com um olhar especial no melhor aproveitamento dos alimentos para evitar desperdícios.

Apresentado pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL), o Projeto Amitis apresenta uma nova técnica de produção de alimentos sem o uso do solo, denominada hidroponia. O projeto se destaca pelo baixo consumo de água e a possibilidade de implantação em comunidades vulneráveis, com áreas degradadas e solos inférteis.

Como funcionará o a edição 2019

Apostando no ideal de que a alimentação saudável e sustentável é uma atividade vital para a humanidade, o Prêmio Alimentação Em Foco 2019 vai selecionar projetos inéditos ou já em desenvolvimento de 15 Times Enactus. O Prêmio foi lançado em 20 de agosto de 2018 e será concluído em julho deste ano.

Os projetos devem privilegiar os ODSs (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) 1, 2, 3, 4, 8, 10 e 12, da Organização das Nações Unidas. Além disso, devem estar enquadrados nas categorias a seguir:

  1. Iniciativas inovadoras no combate à perda e desperdício de alimentos;
  2. Inovação tecnológica (soluções e pesquisa) na cadeia de alimentos;
  3. Parcerias para inovação e fortalecimento do empreendedorismo na cadeia da alimentação.

Caberá à Fundação Cargill a seleção dos Times Candidatos, acompanhamento bimestral do andamento dos projetos (status atual do edital 2019), entrega de bolsas em dinheiro e a premiação do melhor projeto.

Yuri Feres, da Fundação Cargill, afirma que o prêmio está em constante evolução e que o Edital 2019 contempla isso.

“O Prêmio sempre está em evolução, considerando que sempre implementamos as experiências positivas que temos no edital anual promovido pela Fundação Cargill. Atualizamos os critérios de avaliação e também fortalecemos a questão dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Este ano tivemos um crescimento de 10% de inscrições da abrangência dos projetos inscritos (11 estados diferentes)”.

Vitor Ungari, da Enactus Brasil, também faz coro e destaca que os estudantes demonstraram uma maior adesão e engajamento no edital deste ano.

“Os universitários são muito engajados. Por exemplo, com o grande o interesse e curiosidade pré-lançamento do novo edital, a colaboração entre Times durante o edital, compartilhando boas práticas, ferramentas e vivências para melhoria coletiva e no contato com os mentores da Cargill”.

Ungari frisa ainda que, antes da parceria com a Fundação Cargill, a Rede Enactus não possuía tantos projetos cuja alimentação e suas esferas eram contempladas.

“Hoje, dos 120 Times Enactus, um terço deles desenvolvem e implementam ao menos um projeto na temática. As comunidades são cada vez mais impactadas com o desenvolver da parceria, pois tudo que pensamos e novas iniciativas que trazemos é para que mais valor seja criado na ponta. Quanto mais os universitários se desenvolvem, mais capazes são de se engajarem e implementarem soluções para as problemáticas enfrentadas”, encerra o representante da Enactus Brasil.

Confira a entrevista que fizemos com Racheal Jarosh, CEO Global da Enactus.

 

 




O que você procura?





fechar

Obrigado!


Seu cadastro foi realizado com sucesso.



fechar
Loading