Alimentação em Foco Menu
Fertilizantes: como saber o ideal para a sua plantação

Compartilhar com Facebook Compartilhar com Twitter Compartilhar com Google+ Compartilhar com LinkedIn Compartilhar com Pinterest
14/07/2021
Notícias

Fertilizantes: como saber o ideal para a sua plantação


Qual a importância dos fertilizantes no bom desenvolvimento da planta?

Fertilizantes são substâncias utilizadas na agricultura convencional para aumentar a quantidade de nutrientes do solo, e consequentemente da planta e, desta maneira, ter um ganho de produtividade na colheita.

A fertilidade do solo desempenha o principal papel na produtividade da colheita. Um solo fértil, ou seja, rico em nutrientes essenciais para o crescimento e desenvolvimento das plantas, garante bons frutos.

Mas, quais são os nutrientes necessários para o bom desenvolvimento das plantas?

Podemos classificá-los em dois grupos: macro nutrientes e micronutrientes.

Os macro nutrientes são essenciais para a vida da planta e por isso são necessários em grandes quantidades. São eles:

  • Cálcio;
  • Enxofre;
  • Fósforo;
  • Magnésio;
  • Nitrogênio;
  • Potássio.

Os micronutrientes possuem função reguladora da planta e são necessários em pequenas quantidades. São eles:

  • Boro;
  • Cloro;
  • Cobalto;
  • Cobre;
  • Ferro;
  • Manganês;
  • Molibdênio;
  • Níquel;
  • Zinco.

Impacto da substância na produtividade agrícola?

Os fertilizantes repõem no solo todos os nutrientes necessários, permitindo que a planta se alimente, cresça mais rápido, mais saudável e produza mais frutos.

Além disso, o fertilizante contribui para que o solo não fique desgastado e, assim, dificultando o plantio das culturas.

Tipos de fertilizantes

Existem dois tipos de fertilizantes que podem fornecer os micronutrientes e macro nutrientes necessários para o solo: minerais e orgânicos.

Fertilizante Mineral

São extraídos do solo ou de minas, passam por transformações em empresas químicas para separar as substâncias, como o fósforo, nitrogênio, potássio.

Os fertilizantes minerais podem ser fornecidos para as plantas através de uma composição de nutrientes ou apenas um único nutriente.

O seu processo de absorção pela planta é rápido, pois são desenvolvidos para disponibilizar prontamente os nutrientes para as plantas.

Os fertilizantes minerais mais utilizados e que fornecem os principais nutrientes necessário para as plantas podem ser classificados em:

  • Fosfatados: ricos em fósforo;
  • Potássicos: ricos em potássio;
  • Nitrogenados: ricos em nitrogênio;
  • Corretivos: são calcários, utilizados para corrigir a acidez do solo;
  • Mistos: contém mais de um nutriente predominante.

Fertilizante Orgânico

São feitos a partir de restos animais e vegetais, tendo origem, normalmente, em esterco de animais e sobras de frutas e legumes.

Os materiais passam por um processo de decomposição para que os nutrientes fiquem disponíveis para utilização.

Seu processo de absorção pela planta é mais lento do que os fertilizantes minerais, porém eles possuem a vantagem de promover também o desenvolvimento da biodiversidade do solo com o desenvolvimento de micro-organismos, como fungos, que ajudam no crescimento das plantas.

Conheça abaixo os principais tipos de fertilizantes orgânicos:

  • Fertilizantes orgânicos simples: obtidos apenas a partir de matéria vegetal e/ou animal;
  • Fertilizantes orgânicos mistos: feitos a partir da mistura de dois ou mais fertilizantes orgânicos simples;
  • Fertilizantes orgânicos compostos: feitos a partir de material orgânico obtidos por meio de processos químicos, físicos ou bioquímicos;
  • Fertilizantes organominerais: obtidos a partir da mistura de fertilizantes orgânicos e minerais;

Para o bom desenvolvimento vegetal, é necessário que os nutrientes sejam disponibilizados em proporções adequadas, pois tanto a deficiência quanto o excesso de nutrientes podem causar limitações na produtividade das plantas.

Para saber qual o tipo de fertilizante ideal para sua lavoura, é necessário estudar as necessidades nutricionais das plantas que serão cultivadas e o estado do solo com relação à disponibilidade de nutrientes, preferencialmente com o acompanhamento de um Engenheiro Agrônomo.

A ajuda de um profissional técnico para avaliar as condições do local, assim como o objetivo da cultura, contribui para minimizar erros e desperdícios.




O que você procura?





fechar

Obrigado!


Seu cadastro foi realizado com sucesso.



fechar
Loading