Alimentação em Foco Menu
Frutas, verduras e legumes do mês de Dezembro

Compartilhar com Facebook Compartilhar com Twitter Compartilhar com Google+ Compartilhar com LinkedIn Compartilhar com Pinterest

Frutas, verduras e legumes do mês de Dezembro


Os alimentos que devem marcar presença nas refeições no fim de ano de todas as famílias

As frutas, verduras e legumes quase sempre estão presentes no cardápio das famílias, inclusive em datas festivas, como o Natal e o Ano Novo. A preferência se dá devido à variedade de opções, inclusive na hora do preparo, o que permite que as refeições sejam adaptadas para satisfazer todos os gostos durante os eventos tradicionais. Além disso, esses alimentos naturais ajudam a garantir uma alimentação saudável, acessível e segura.

Quer descobrir os itens que não vão faltar nas refeições deste mês?

Damasco

Presente em muitos pratos nas festas de fim de ano, o damasco é um fruto pequeno e arredondado, com casca macia, polpa consistente e um único caroço, com cor que varia entre o amarelo e o alaranjado. Da mesma família que o pêssego, a ameixa e a cereja, pode ser consumido fresco ou seco.

Rico em betacaroteno, ferro, potássio, pectina, fibras e vitaminas A, C e as do complexo B, porém com poucas calorias, o damasco é considerado alimento de fácil digestão, altamente nutritivo e antioxidante, que contribui para a manutenção do nível de colesterol, o controle da pressão arterial e o bom funcionamento dos nervos e músculos, entre outros benefícios ao organismo.

Tanto a fruta fresca quanto a seca são utilizadas em cremes, geleias, tortas, sorvetes, licores, sucos e em várias outras preparações, ou apreciadas também puras, mas o damasco seco, além de ter uma durabilidade bem maior, é ainda mais nutritivo, pois é uma fonte mais concentrada de calorias, minerais e vitaminas.

Nectarina

Popular nas regiões Sul e Sudeste, a nectarina é uma variedade de pêssego. Saborosa e refrescante, a fruta é digerida facilmente, tem ação diurética e é pouco calórica, propícia para ser consumida fresca durante o verão.

A nectarina é especialmente rica em compostos bioativos capazes de combater a síndrome metabólica, doença que interfere nas taxas de glicose, triglicérides, colesterol, pressão e peso. Também é fonte de vitaminas A e C, do complexo B e de sais minerais.

A fruta deve ser consumida com casca, que é lisa e é onde se concentram muitos de seus nutrientes. Como ela possui pectina, pode ser aproveitada para o preparo de geleias e compotas. Entretanto, por ser uma fruta sensível, que facilmente ganha manchas escuras, precisa ser consumida em poucos dias.

Romã

A fruta mais querida do fim do ano é a romã, uma baga redonda composta por uma polpa vermelha e diversas sementes, que começa a se abrir na base quando fica madura. Ela está associada à prosperidade, fartura e fertilidade, e por isso é muito procurada para as simpatias de Ano Novo em todo o país.

A romã é antioxidante, diurética, mineralizante, refrescante e antisséptica. Sua polpa é rica em minerais, vitaminas e fibras e sua casca possui tanino, um tipo de anti-inflamatório natural.

Essa fruta pode ser consumida de várias formas. Com a polpa, é possível temperar a salada, e ainda acrescentar as sementes, para deixar os pratos crocantes. Tanto a polpa quanto as sementes podem se tornar caldas em diversas sobremesas ou então serem consumidas como um refrescante suco. A partir da casca, pode ser feito um chá para potencializar as propriedades terapêuticas da fruta.

Hortelã

Hortelã ou menta é uma erva popular na casa de muitos brasileiros. O aroma e o sabor da hortelã são refrescantes e por isso ela é tão utilizada como tempero na culinária ou na forma de infusões.

Contém antioxidantes, vitaminas A, B6, C, E, K, ácido fólico e riboflavina, uma combinação que tem poderes antibacterianos, antifúngicos e anti-inflamatórios, além de efeitos em funções cognitivas do cérebro.

Mostarda

Tanto suas folhas verde-escuras como suas pequenas sementes deixam qualquer prato mais picante. As folhas são ideais para recheios, molhos ou simplesmente para serem refogadas. Já as sementes devem ser trituradas para temperar carnes, legumes, sopas e outros pratos que estão precisando de mais personalidade.

A folha do vegetal é rica em ferro, indicada para pessoas que sofrem de anemia, e em vitamina K, que contribui para a coagulação sanguínea e a saúde dos ossos. O grão tem cálcio, magnésio e potássio, essenciais para evitar e combater a hipertensão.

Salsão

O salsão, conhecido também como aipo, em algumas regiões do país, pertence à mesma família da salsa. Composto de talo e folhas, o salsão é uma planta aromática e pode ser integralmente aproveitado para o consumo – cru, em entradas, saladas e sucos, ou até mesmo cozido, como condimento, para conferir sabor a caldos, sopas e molhos.

Entre as propriedades do salsão, destaca-se a sua função alcalinizante, que neutraliza o excesso de ácidos no organismo, o que é particularmente útil para pessoas que têm gota, artrite, artrose e fibromialgia. Também é rico em vitaminas e minerais, além de possuir o dobro de fibras do que a alface.

Fácil de ser encontrado na região Sudeste do país, principalmente nas feiras livres, o salsão é uma planta sensível, que deve ser consumida o mais fresca possível. Dê preferência à utilização no mesmo dia da compra, para preservar ao máximo suas propriedades.

Pimentão

O pimentão é uma das hortaliças que colaboram para deixar as refeições vibrantes e coloridas,
inclusive no fim de ano, pois os de cor verde e vermelho remetem ao Natal. Ele serve tanto como entrada quanto prato principal, além de poder complementar pratos como saladas, risotos e moquecas.

É encontrado em várias cores – além do verde e vermelho, há o amarelo, o alaranjado, o roxo e o branco. Tem vários formatos e tamanhos, mas é mais geralmente alongado, com três ou quatro lóbulos. Ele pode ter mais vitamina C do que as frutas cítricas, além de fornecer boas quantidades de cálcio, fósforo e ferro. Suas propriedades são benéficas para a pele, os cabelos e as unhas.

Para torná-lo menos indigesto, deve-se retirar a sua pele, além da parte interna branca e as sementes. Usar as variações vermelha e amarela também pode ajudar, pois elas apresentam a película da casca mais fina.




O que você procura?





fechar

Obrigado!


Seu cadastro foi realizado com sucesso.



fechar
Loading