Alimentação em Foco Menu
Fundação Cargill divulga projetos selecionados em edital 2016

Compartilhar com Facebook Compartilhar com Twitter Compartilhar com Google+ Compartilhar com LinkedIn Compartilhar com Pinterest
23/03/2016
Institucional

Fundação Cargill divulga projetos selecionados em edital 2016


A Fundação Cargill divulgou neste dia 23 o resultado de seu edital de seleção de projetos que tem como objetivo identificar, estimular o desenvolvimento e apoiar a gestão de projetos realizados por organizações da sociedade civil, voltados à alimentação saudável, segura, sustentável e acessível.

No total, cinco iniciativas foram selecionadas em um criterioso processo que considerou o alinhamento estratégico da proposta com a missão da Fundação Cargill, a coerência entre o projeto proposto e a missão da instituição proponente, relevância frente ao contexto local no qual pretende atuar, o planejamento e se os indicadores estão alinhados aos objetivos propostos. Por fim, foram analisados os quesitos de sustentabilidade e inovação, bem como o potencial de escala e a consequente transformação social gerada pela proposta.

O processo foi dividido em cinco etapas: (1) triagem; (2) detalhamento de propostas e entrega da documentação solicitada; (3) apresentação dos projetos para a diretoria; (4) visitas às organizações; e (5) escolha final. Das 136 inscrições, 35 foram selecionadas na primeira triagem, mas apenas oito iniciativas chegaram à penúltima fase antes da definição dos cinco selecionados.

“Buscamos selecionar projetos que promovam impacto social, ambiental e econômico positivos e que são capazes de gerar, de fato, o envolvimento de toda a cadeia produtiva, do campo até o consumidor”, explica Alice Damasceno, gerente da Fundação Cargill.

Os projetos escolhidos têm até 12 meses para realizar suas atividades.

 

Conheça os selecionados:

Projeto: Alto Arapiuns

Organização: Instituto Aeroclube, Santarém (PA)

As famílias das comunidades ribeirinhas do Alto Arapiuns conquistaram o direito sobre a terra e, atualmente, cada uma detém a posse de 100 hectares, que, em sua maioria estão cobertos pela Floresta Amazônica. O propósito do projeto é a recuperação das áreas degradadas por meio do uso da agricultura sustentável e produtiva em apenas um hectare de terra e da preservação dos 99 hectares restantes. A implantação das novas roças prevê o cultivo de milho, mandioca, feijão e pimenta do reino, visando a preservação ambiental, a recuperação do solo, a segurança alimentar dos moradores da comunidade, além do incremento de renda familiar.
Projeto: Bioma Verde Vida

Organização: Instituição Verde Vida, Chapecó (SC)

O bairro de São Pedro, onde está localizada a organização, tem atualmente uma população de aproximadamente 10 mil pessoas com alta vulnerabilidade social e alimentar. O projeto visa, por meio da construção de uma horta, oferecer alimentos de qualidade para a comunidade a preços módicos. O excedente da produção será vendido para estabelecimentos comerciais, gerando, dessa forma, renda para a organização ampliar e manter as atividades socioeducativas realizadas com adolescentes atendidos. Os jovens beneficiados passam por diversos cursos e oficinas, incluindo o acesso ao mercado de trabalho como menores aprendizes. Há uma parceria da organização com os mercados locais, onde são recolhidos os resíduos sólidos para serem transformados em composto orgânico.

 

Projeto: Cartas na mesa

Organização: Narrativa da Imaginação, Uberlândia (MG)

A iniciativa propõe a criação de um jogo de cartas sobre desnutrição, obesidade e alimentação saudável como ferramenta educacional, lúdica e interativa para crianças, jovens, adultos, professores e profissionais da saúde. A ideia é conscientizar a comunidade sobre alimentação saudável, nutrição e obesidade. Serão reproduzidas duas mil cópias do jogo que serão distribuídas a parceiros – uma parte comercializada com o objetivo de garantir a sustentabilidade da iniciativa. Há ainda a intenção de levar o jogo para o ambiente digital, aumentando sua interatividade e alcance.

 

Projeto: Geração

Organização: Instituição Ação Moradia, Uberlândia (MG)

O projeto tem como objetivo promover o empreendedorismo na área de produção de alimentos saudáveis para famílias em situação de vulnerabilidade social, residentes na periferia da cidade. Para tanto, serão selecionadas 40 mulheres que serão qualificadas na área de manipulação de alimentos saudáveis e receberão capacitação empreendedora. O projeto prevê, ao término das atividades, a formalização de micronegócios sociais, capazes de transformar a realidade dessas mulheres e das respectivas famílias.

 

Projeto: Do campo à cidade

Organização: Instituição Assentamento 20 de março, Três Lagoas (MS)

Em 2013, os produtores do assentamento iniciaram a comercialização de sua produção acessando o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Atualmente, a venda de hortifrutis é a principal fonte de renda de 20 famílias produtoras. O projeto pretende agregar valor aos insumos produzidos na horta, garantindo a produção e comercialização permanente, contribuindo para o crescimento pessoal e profissional dos produtores e ofertando alimentos adequados e saudáveis para crianças e adultos.

 




O que você procura?





fechar

Obrigado!


Seu cadastro foi realizado com sucesso.



fechar
Loading