Alimentação em Foco Menu
Lançamento do documentário “Fonte da Juventude”

Compartilhar com Facebook Compartilhar com Twitter Compartilhar com Google+ Compartilhar com LinkedIn Compartilhar com Pinterest

Lançamento do documentário “Fonte da Juventude”


No dia 27 de maio, no Espaço Itaú de Cinema Augusta, aconteceu o lançamento oficial do documentário “Fonte da Juventude”, uma iniciativa dos Novos Urbanos com produção da Pindorama e direção de Estevão Ciavatta. O documentário busca conscientizar e ampliar a discussão sobre obesidade infantil e a importância da alimentação saudável no Brasil

Realizado durante a “Ciranda de Filmes”, primeira mostra de cinema do Brasil com foco em infância e educação, a apresentação do documentário foi seguida de um bate-papo para aprofundar o debate sobre nutrição.

O documentário já pode ser assistido pela plataforma online VideoCamp – criada para divulgar filmes/produções artísticas que tenham sido criados com base em uma causa, bem como para atingir espectadores que acreditem nessas causas e que estejam buscando mudar o mundo, por meio da mudança de atitudes.

Segundo a WHO – World Health Organization, o Brasil, assim como outros países em desenvolvimento, passa por uma transição em que, ao mesmo tempo há uma redução contínua dos casos de desnutrição, são observadas prevalências crescentes de excesso de peso, contribuindo com o aumento das doenças crônicas não transmissíveis e associadas às causas de morte mais comuns atualmente como a hipertensão arterial, as doenças cardiovasculares, diabetes e ascensão de algumas neoplasias malignas.

“O documentário surge como uma importante peça de comunicação e faz um convite para um diálogo sobre o ambiente alimentar, expande o olhar para entendermos a obesidade como uma externalidade de um encadeamento de relações. O problema é complexo, estamos descobrindo que a obesidade mata tanto quanto a fome”, explica Denise Chaer, diretora do Novos Urbanos – plataforma de diálogo para a inovação social e que reuniu mais de 40 instituições e juntos construíram um mapa do ambiente alimentar que serviu como base para o desenvolvimento do roteiro do filme que promove diálogos entre empresas, sociedade civil, academia e governo.

O documentário revela exemplos de como a biodiversidade aliada ao resgate da nossa identidade cultural alimentar é o melhor caminho para a longevidade. “Sem restringir dietas, ou mesmo dar receitas, buscamos apresentar a biodiversidade como a chave para conhecermos os segredos da Fonte da Juventude”, diz Estevão Ciavatta.

No filme é possível conhecer o ponto de vista de diversos atores da sociedade que lideram o debate sobre a alimentação saudável. José Graziano, diretor-geral da ONU para Agricultura e Alimentação; Gisela Solymos, psicóloga responsável pelo Centro de Recuperação e Educação Nutricional; Maria Eduarda, nutricionista do INCA; o chefe de cozinha Alex Atala; a culinarista e apresentadora Bela Gil; são alguns dos entrevistados no documentário.

A transformação começa no prato

Um dos pontos discutidos em “Fonte da Juventude” é o fato de que frutas, verduras e legumes sumiram do prato dos brasileiros e quem mais sofre com isso são as crianças. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), chegamos à primeira geração de crianças com uma expectativa de vida menor do que a dos pais.

Para fomentar o diálogo nas escolas, o Novos Urbanos convidou a USP e o CREN para criarem roteiros de aulas dirigidos ao Fundamental I e II que já estão disponíveis gratuitamente no VideoCamp. “Queremos criar uma mobilização para estimular o consumo de frutas, legumes e verduras especialmente entre as crianças. A campanha Fonte da Juventude foi inspirada no plano nacional de segurança alimentar que aponta o aumento do consumo de frutas, legumes e verduras como uma das principais ações para combater a obesidade”, explica Denise.

Desvendando o quadro alarmante, o documentário percorre os quatro cantos do país revelando que o problema está presente, mas que é possível combater as estáticas. “É um filme propositivo, que complexifica os desafios do ambiente alimentar do Brasil e traz soluções encontradas por brasileiros de diferentes classes sociais”, finaliza Ciavatta.

O documentário “Fonte da Juventude” também será exibido no canal GNT, no segundo semestre deste ano. Assista ao documentário aqui.

 




O que você procura?





fechar

Obrigado!


Seu cadastro foi realizado com sucesso.



fechar
Loading