Alimentação em Foco Menu
Lanches para crianças: saiba o que é ideal para uma lancheira escolar saudável

Compartilhar com Facebook Compartilhar com Twitter Compartilhar com Google+ Compartilhar com LinkedIn Compartilhar com Pinterest

Lanches para crianças: saiba o que é ideal para uma lancheira escolar saudável


Com a volta às aulas, as mães e pais têm muitas dúvidas sobre como montar uma lancheira saudável e saborosa. O grande desafio é conciliar o gosto das crianças que preferem guloseimas às opções nutritivas.

“A alimentação saudável infantil dá a base para o crescimento e desenvolvimento da criança. Bem nutrida, têm mais facilidade para aprender, se concentrar, além de evitar doenças”, explica Karine Nunes, nutricionista especializada em pediatria pelo Instituto da Criança da Faculdade de Medicina da USP.

 

Lanches saudáveis: o que colocar na lancheira escolar?

Os lanches têm a função de dar energia às crianças entre duas refeições principais. De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), o correto é que criança coma um alimento fonte de carboidrato, uma fruta, uma proteína e uma bebida nesses intervalos.

“O ideal é que produtos artificiais ricos em açúcar, gorduras e aditivos químicos não façam parte da rotina diária das crianças”, defende Priscila Maximino, nutricionista do Centro de Dificuldades Alimentares do Instituto PENSI – Hospital Infantil Sabará.

Manter uma alimentação saudável e equilibrada nessa fase da vida é garantia de um desenvolvimento físico e intelectual mais saudável, além de evitar uma série de problemas como a desnutrição, anemia e a obesidade.

Atualmente, mais de 30% dos meninos e meninas brasileiras menores de cinco anos estão obesos, com sobrepeso ou em situação de risco para ultrapassar o seu peso ideal, de acordo com dados do Sistema de Vigilância Alimentar Nutricional (Sisvan).

Os hábitos alimentares se formam durante a infância. Por isso, é importante investir em educação nutricional nesta fase para colher frutos a curto, médio e longo prazo, esclarece Priscila.

 

Variar é o segredo para os lanches saudáveis para crianças

Na hora de planejar o cardápio semanal das crianças, as especialistas ouvidas pelo Alimentação em Foco, são unânimes: é preciso variar. “Se deixar, elas comem sempre os mesmos alimentos”. O importante é a família fazer escolhas saudáveis que sejam capazes de suprir a necessidade energética e nutricional da criança, ser saborosa e visualmente atraente.

É preciso ficar atento à quantidade. Por ser uma refeição intermediária, não deve ser grande – três itens são suficientes.

Segundo Priscila, o ideal é se dê preferência aos alimentos frescos; uma fonte de leite ou derivados, pela necessidade de cálcio; e dependendo da rotina e dos horários um cereal, fonte de carboidrato que dá energia.

“A fruta é o alimento mais rápido e nutritivo que existe, pois contém fibras, vitaminas e minerais que são muito bem absorvidos e aproveitados pelo organismo. Além disso, são ricas em substâncias bioativas que ajudam a combater doenças crônicas como o câncer”.

 

Preocupados com a qualidade da alimentação infantil saudável, o Ministério da Saúde divulgou sugestões de cardápios para uma lancheira saudável. Priscila também deu ideias criativas e saborosas. Confira!

  • Pão integral com queijo + uvas sem semente + suco natural
  • Morangos + bolo de cenoura
  • Ovos de codorna com azeite + cookie de aveia com gotas de chocolate + água de coco
  • Banana com mel e aveia (ou sem mel) + iogurte com polpa de frutas
  • Queijo com tomate cereja + pipoca salgada + suco natural

>> Veja mais em: sugestões de cardápios saudáveis, segundo o Ministério da Saúde

 

Lancheira das crianças merecem atenção e maior cuidado no verão

As altas temperaturas exigem cuidados específicos para que os alimentos permaneçam em condições adequadas para o consumo.

As lancheiras devem ter uma proteção térmica e serem higienizadas diariamente com água corrente, sabão ou álcool para que o odor não seja transmitido para os alimentos. Orienta-se que sejam armazenadas na geladeira na noite anterior ao seu uso para que segure um pouco mais a temperatura.

O suco natural pode ser armazenado congelado em cubinhos (na forminha que usamos para fazer gelo). Assim, na hora de montar a lancheira é só pegar os cubinhos e colocar na garrafinha. Quando a criança for tomar ainda estará gelado se o tempo não ultrapassar aproximadamente três horas.

As frutas com casca devem ser lavadas em água corrente e, se possível, passando a bucha (que deve ser separada somente para isso) para remover a sujeira e diminuir os agrotóxicos.

Para acondicioná-las é importante envolver em um plástico filme ou papel após lavar; as frutas menores como uva e morango, podem ser colocadas em um pote de plástico.

 

 

Quer saber mais sobre o assunto e a lancheira saudável para as crianças? Leia também:

Pesquisa inédita avalia a qualidade nutricional do lanche das crianças brasileiras.

Acesse o estudo: Hábito alimentar nos lanches intermediários de crianças pré-escolares brasileiras: estudo em amostra nacional representativa.

Livro “A Hora do Lanche”, da autora canadense Andrea Curtis, mostra o que as crianças comem na escola em diferentes países.

 




O que você procura?





fechar

Obrigado!


Seu cadastro foi realizado com sucesso.



fechar
Loading