Alimentação em Foco Menu
ONU lança curso online contra o trabalho infantil na agricultura

Compartilhar com Facebook Compartilhar com Twitter Compartilhar com Google+ Compartilhar com LinkedIn Compartilhar com Pinterest

ONU lança curso online contra o trabalho infantil na agricultura


A FAO – Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação – e a OIT – Organização Internacional do Trabalho – lançaram um curso online que deve ser usado para prevenir o trabalho infantil na agricultura. Segundo a ONU, 100 milhões de crianças estão trabalhando na agricultura atualmente.

O curso, lançado em antecipação ao Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil (12 de junho) deve ter como alvo as camadas mais pobres e vai cobrir todos os setores, incluindo plantações, criação de animais, florestas, pesca e aquicultura.

Segundo a FAO, quase 60% das crianças trabalhadoras mundiais, cerca de 100 milhões de meninas e meninos, estão na agricultura. As piores formas dessa prática incluem trabalho perigoso que podem causar danos à saúde e à segurança desses menores.

O chefe da organização para Agricultura e Alimentação, José Graziano da Silva, disse que “para atingir Fome Zero o mundo deve alcançar zero trabalho infantil”. Graziano da Silva explicou que a prática é certamente uma questão complexa que não pode ser atacada sozinha. Segundo ele, são necessárias parcerias sólidas, aonde todos possam levar suas “experiências e recursos”.

Já o diretor-geral da OIT, Guy Ryder, afirmou que “os consumidores esperam que as pessoas responsáveis pela comida que eles comem ou as roupas que eles vestem, não sejam trabalhadores infantis ou forçados”.

O curso

O novo curso aborda a necessidade de se implementar tecnologias para reduzir a demanda por trabalho infantil, bem como a adoção de práticas agrícolas mais seguras. Algumas medidas são simples, como treinar adequadamente os animais usados para aragem. Em alguns lugares, onde os bois não são bem treinados, as crianças vão a frente deles como guias.

Outro exemplo citado pela FAO envolve o emprego de crianças na remoção de ervas daninhas, o que poderia ser evitado com o emprego de tecnologias e práticas agrícolas.

O curso foi co-financiado pelo governo da Holanda e já está disponível em inglês; em breve, poderá ser acessado em francês e espanhol.

 

Com informações da Rádio ONU




O que você procura?





fechar

Obrigado!


Seu cadastro foi realizado com sucesso.



fechar
Loading