Alimentação em Foco Menu
Projeto estimula criação de rede de atores para enfrentar perdas e desperdícios de alimentos

Compartilhar com Facebook Compartilhar com Twitter Compartilhar com Google+ Compartilhar com LinkedIn Compartilhar com Pinterest

Projeto estimula criação de rede de atores para enfrentar perdas e desperdícios de alimentos


Dados da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) apontam que cerca de um terço de tudo o que se produz no mundo se perde ou é desperdiçado. No Brasil, cerca de 50% das perdas e desperdícios (PDAs) acontecem na fase da produção agropecuária, 28% na pós-colheita, 19% no processamento, 15% na comercialização e 14 % no consumo. Essa situação, típica dos países em desenvolvimento, é diametralmente oposta ao que ocorre nos países desenvolvidos, onde as PDAs se concentram na esfera da comercialização e do consumo.

Para estudar e discutir este tema e todos os seus desdobramentos, de relevante impacto ambiental, econômico e social, a organização WRI Brasil, juntamente com Embrapa, Unicamp, WWF e outros membros da rede Save Food Brasil, conceberam o projeto “Desenvolvimento de uma Rede de Atores para a Redução de Perdas e Desperdícios de Alimentos no Brasil”. A iniciativa tem como objetivo “estabelecer um marco institucional para que o Brasil possa garantir a segurança alimentar e nutricional da população de forma sustentável por meio da redução das perdas e do desperdício de alimentos”, conforme explica a doutora em energia pelo Instituto de Energia e Meio Ambiente da Universidade de São Paulo (IEE/USP) e gerente de programa de Clima do WRI Brasil, Viviane Romeiro.

Recentemente constituída, a rede Save Food Brasil é a versão brasileira da iniciativa global Save Food, capitaneada pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO). Além de reunir os especialistas, atuantes e interessados no tema, o projeto também visa estimular e facilitar o diálogo intersetorial; disseminar as melhores práticas e processos de inovação na área; informar a rede sobre conteúdos, notícias e eventos relevantes; e sensibilizar a sociedade, buscando maior conscientização sobre o tema.

Segundo Viviane, o projeto vai ampliar o acesso a informações, profissionais, conhecimentos, experiências, tecnologias, problemas e soluções, bem como metodologias e abordagens, através de um Portal Web que será o espaço virtual que promoverá a conectividade, cooperação e efeito multiplicador da rede. “Somam-se ao portal, treinamentos, oficinas e workshops presenciais a serem desenvolvidos, que contribuirão para o aprendizado e a criação de valor conjunto entre os stakeholders, além de fortalecer processos de advocacy e de articulação institucional com governo e sociedade civil, orientados para a formulação de políticas públicas que promovam a redução de perdas e desperdícios de alimentos no Brasil”, explica. O portal web já pode ser acessado pelo endereço http://www.savefoodbrasil.org.

Selecionado pelo Edital 2017 da Fundação Cargill, o projeto receberá apoio para a realização de workshops e aprimoramento do portal web. “São elementos importantes para sensibilizar diferentes stakeholders ao longo da cadeia produtiva e compartilhar conhecimentos em prol da adoção de boas práticas”, ressalta a doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA/UFRRJ) e analista de pesquisa do programa de Clima do WRI Brasil, Juliana Speranza.

Segundo a analista de projetos da Fundação Cargill, Perla Steirensis, o projeto foi selecionado pelo Edital 2017 pela relevância do tema na atualidade. “A perda e o desperdício de alimentos é um tema que está na pauta da Fundação em função do impacto social que este problema gera. Nós acreditamos no trabalho em rede e na mobilização de atores de diversos setores para enfrentar este desafio. Por isso apoiamos esta iniciativa”, enfatiza.

 

 




O que você procura?





fechar

Obrigado!


Seu cadastro foi realizado com sucesso.



fechar
Loading