Alimentação em Foco Menu
Como incluir hábitos alimentares saudáveis na sua rotina?

Compartilhar com Facebook Compartilhar com Twitter Compartilhar com Google+ Compartilhar com LinkedIn Compartilhar com Pinterest

Como incluir hábitos alimentares saudáveis na sua rotina?


Criar um novo hábito não é tarefa fácil, por isso indicamos aqui algumas dicas para você ter sucesso na implementação da sua nova rotina alimentar

A cada nova fase de vida, virada de mês, ou mesmo segunda-feira, pensamos em implementar hábitos alimentares mais saudáveis na nossa vida, mas muitas vezes nos frustramos por não conseguir colocar em prática o que planejamos.

O fato é que não é fácil adquirir um novo hábito, apesar de algumas pessoas serem mais adaptáveis do que outras. Exige-se organização, disciplina, força de vontade e persistência.

As dificuldades do dia a dia ou algum fato inesperado que acontece, acabam em alguns casos por fazer com que aquele novo hábito não vá adiante. No entanto, se estivermos preparados para os possíveis obstáculos que costuma acontecer, temos mais chance de sucesso.

Mas qual será a rotina alimentar ideal para você?

Quando pensamos em alimentação saudável, logo nos questionamos por onde começar. Quais critérios avaliar, que fatores levar em consideração?

Essa não é uma tarefa fácil, uma vez que a cada ano “surgem” teorias que condenam o consumo de um ou outro alimento. Houve época em que o ovo era considerado um alimento “vilão”, em outro momento foram os carboidratos, as gorduras, o glúten, os açúcares entre outros.

O jejum intermitente também passou a ser aderido por muitas pessoas, influenciadas por depoimentos de celebridades da mídia.

Pensando em proporcionar informações confiáveis para a população, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que os governos de cada país tracem e atualizem periodicamente diretrizes sobre a alimentação e nutrição de acordo com os hábitos, condições de saúde da comunidade.

Como parte de um conjunto de estratégias para promover a saúde do brasileiro, o Ministério da Saúde criou o Guia Alimentar para a População Brasileira a fim de auxiliar as escolhas alimentares da população como um todo hoje e no futuro.

Para entendermos os critérios avaliados na elaboração do guia, precisamos conhecer alguns princípios básicos:

  • Alimentação é mais do que ingestão de nutrientes

Ao pensar em uma escolha assertiva de alimentos para o consumo pensamos em alimentos nutritivos.

No entanto, uma boa alimentação diz respeito não apenas aos nutrientes, mas também aos alimentos que fornecem tais nutrientes, como serão combinados entre si, qual será o modo de preparo, como serão consumidos e o quanto as práticas culturais ou sociais podem influenciar naquela refeição. Todos esses fatores contribuem para a saúde e bem-estar do indivíduo.

  • As recomendações sobre alimentação devem estar em sintonia com seu tempo

Os padrões de alimentação mudam ao longo do tempo, de acordo com as necessidades e desenvolvimento de cada população. Fatores como a incidência de doenças crônicas em determinada região ou alguma outra descoberta da ciência devem ser levados em consideração.

  • Alimentação adequada deriva de um sistema ambientalmente sustentável

Dependendo de suas características, o sistema de produção e distribuição dos alimentos pode promover justiça social e proteger o ambiente ou, ao contrário, gerar desigualdades sociais e ameaças aos recursos naturais e à biodiversidade.

A escolha da alimentação adequada deve levar em conta o impacto das formas de produção e distribuição dos alimentos sobre o ponto de vista da justiça social e da integridade do meio ambiente.

  • Informações confiáveis geram conhecimento

O acesso a informações confiáveis contribui para que pessoas tenham autonomia para fazer escolhas alimentares e para que exijam o cumprimento do direito humano à alimentação adequada e saudável. Mantenha-se atualizado sobre o assunto.

Nós sabemos que a alimentação ideal varia de cultura para cultura, biotipo, idade, estilo de vida, entre outros fatores, mas algumas dicas são comuns a todos e podem ajudar bastante ao incluir na sua rotina alimentar hábitos mais saudáveis.

Vamos a algumas dicas:

  • Planeje sua semana

Para se criar uma nova rotina alimentar, precisamos estar organizados. Criar um cardápio semanal e garantir que terá todos os ingredientes em casa ajuda a implementar o novo hábito. Faça uma lista de compras antes de ir ao supermercado para não esquecer nenhum item.

  • Faça ao menos 4 refeições principais

É importante fazer as quatro refeições diárias (café da manhã, almoço, lanche a jantar) sem pular nenhuma delas. Respeitar esses horários é a melhor forma de manter o organismo sempre abastecido, evitando assim a compulsão pela comida.

  • Dedique-se apenas a refeição

Mastigar bem os alimentos, tritura-los antes de engolir, pousar o garfo no prato enquanto mastiga, sentir bem o aroma, sabor e textura do alimento são maneiras de facilitar a sua digestão e ajudar para que consuma apenas a quantidade adequada.

  • Beba bastante água

Ter uma garrafinha de água sempre à mão facilita a criação do hábito de estar bem hidratado ao longo do dia.

  • Escolha frutas da estação

Além de serem mais baratas, são mais saudáveis porque exigem menos aditivos químicos no seu desenvolvimento.

  • Prepare lanches para comer fora de casa

Desta maneira fica mais fácil resistir à tentação de comprar guloseimas para comer entre as refeições principais.

  • Consuma alimentos leves no jantar

Quando estamos nos preparando para dormir, nosso organismo desacelera seu metabolismo, por isso não é o momento de consumir alimentos pesados, como carnes e massas. É recomendado aguardar duas horas para deitar depois de comer, para ajudar na digestão.

  • Consulte um nutricionista

Ao planejar um cardápio é comum surgirem dúvidas, por isso só um profissional em alimentação, nesse caso o nutricionista, é capaz de indicar os melhores alimentos e horário para cada pessoa. Ele avalia o organismo e preferências de cada um e cria um plano alimentar personalizado.

Com conhecimento e acesso a uma alimentação balanceada você mantém sua saúde e qualidade de vida em dia.

Para saber mais, a acesse o Guia Alimentar para a População Brasileira.




O que você procura?





fechar

Obrigado!


Seu cadastro foi realizado com sucesso.



fechar
Loading