Alimentação em Foco Menu
Se liga no Desperdício: mais do que redução de custos, consciência socioambiental

Compartilhar com Facebook Compartilhar com Twitter Compartilhar com Google+ Compartilhar com LinkedIn Compartilhar com Pinterest

Se liga no Desperdício: mais do que redução de custos, consciência socioambiental


O projeto selecionado no Edital Fundação Cargill ajuda a dar protagonismo às comunidades em vulnerabilidade social

A Liga Solidária, uma Organização da Sociedade Civil criada em 1923, beneficia por ano mais de 13 mil crianças, adolescentes, adultos e idosos em situação de vulnerabilidade social.

A Organização atua em nove programas sociais divididos em três eixos principais: educação, cidadania e longevidade. Dentro os programas, o Programa Nutrição fornece refeições balanceadas para seus beneficiários bem como educação alimentar e nutricional, contribuindo para a conscientização da população e mobilização social.

Antes da pandemia do novo coronavírus, o restaurante central da Liga Solidária produzia 47 mil refeições mensais.

Uma nova solução para o desperdício de alimentos

Um estudo realizado pelas nutricionistas da Organização apontou um desperdício de 1,8 toneladas de alimentos por mês, cerca de 19% de todo alimento produzido. Além disso, constatou-se que os resíduos dos alimentos não eram descartados de forma sustentável.

Com a conclusão deste estudo, foram traçadas estratégias para combater o desperdício de alimentos em toda a cadeia produtiva da Organização, desde o preparo até o descarte. Surgiu então o programa “Se liga no Desperdício: cozinhando e alimentando com consciência”.

O Programa tem como objetivo promover ações educativas e práticas em toda a cadeia de produção, distribuição, consumo e descarte dos alimentos do Restaurante Central.

Com a seleção do projeto no Edital Fundação Cargill, foi possível colocar em prática medidas contra o desperdício de alimentos, além de conscientizar os beneficiários e incentivá-los a disseminar seu conhecimento, empoderando, assim, seu papel na comunidade.

Alguns procedimentos já foram colocados em prática no ano de 2020.

São eles:

  • Capacitação dos colaboradores da cozinha.
  • Estabelecimento de procedimentos adequados para a utilização integral dos alimentos.
  • Implantação de novas tecnologias com a compra e utilização de equipamentos na cozinha.
  • Oficinas de educação alimentar e nutricional para crianças, adolescentes e educadores.
  • Fixação de cartazes informativos na área do restaurante.
  • Processos de tratamento e destino adequado dos resíduos alimentares.
  • Realização de compostagem.
  • Abastecimento de horta orgânica com resíduos de alimentos.

“A parceria da Fundação Cargill nos traz a certeza de que o caminho da educação e protagonismo das comunidades mais vulneráveis gera impacto social”, sintetiza Priscila Rodrigues, Gerente de Captação de Recursos Brasil e Voluntariado da Liga Solidária.

Você também tem um projeto na área da alimentação que tem impacto educativo ou socioambiental? Inscreva-se no nosso 7º. Edital.




O que você procura?





fechar

Obrigado!


Seu cadastro foi realizado com sucesso.



fechar
Loading