Alimentação em Foco Menu
Descubra quais alimentos escolher na hora de fazer feira!

Compartilhar com Facebook Compartilhar com Twitter Compartilhar com Google+ Compartilhar com LinkedIn Compartilhar com Pinterest

Descubra quais alimentos escolher na hora de fazer feira!


Período de safra dos produtos X Alimentos o ano inteiro nas prateleiras

Quem vai ao mercado já reparou: hoje é possível encontrar praticamente todos os alimentos o ano inteiro nas prateleiras. As novidades nas tecnologias para plantio, armazenagem e distribuição dos alimentos são alguns dos fatores que tornaram possível esse cenário.

No entanto, como explica Cinthia Leitão, Nutricionista Funcional, naturalmente existe uma sazonalidade – em outras palavras, o período de melhor safra de cada produto.

Aproveitar os produtos de cada época na hora de fazer a feira ou mercado é a dica número um para quem quer montar uma sacola de compras com alimentos saudáveis.

“Nesse período, temos vegetais e frutas mais frescos, consequentemente mais nutritivos e mais baratos devido à grande oferta”, diz Cinthia. As frutas de época, por exemplo, podem dar um novo sabor às receitas conhecidas. O mesmo pode ser aplicado aos legumes. A sugestão é experimentar.

A cor dos alimentos influencia na qualidade?

Outro critério que deve ser utilizado para escolha dos ingredientes é a cor. Cada pigmento indica a presença de determinados nutrientes, por isso a orientação de preparar pratos coloridos é verdadeira.

Se os alimentos onde predomina a cor branca (como a cebola, a couve-flor e a banana) possuem o cálcio entre seus componentes, os verdes contam com a presença do ferro, do potássio, além de outras muitas vitaminas (veja a lista completa). A cada cor incluída no prato, temos um conjunto de nutrientes que ajudam a prevenir diversas doenças e a manter o corpo em dia com a saúde.

Nacionais X Importados

A importação de alimentos garante a possibilidade de levar para a sacola de compras produtos que não se adequam ao clima e ao solo brasileiros e, também, de repor a distribuição de uma cultura que tenha tido problemas com a seca ou com as pragas.

Como destaca Cinthia, “ela ainda permite o consumo de produtos com grande potencial nutricional vindos de outros países, como a batata yakon, originária dos Andes, que contém uma substância semelhante à insulina, capaz de ajudar a reduzir as taxas de glicose no sangue”.

Frutas secas como as tâmaras (rica em potássio) e damascos (rico em vitamina A), além de ervas e temperos e a famosa quinoa são outros exemplos dos benefícios de alimentos vindos de fora.

Alimentos integrais

Cada vez mais presentes entre os itens de compra, os alimentos integrais nem sempre têm o seu significado compreendido.

“Quando lemos que um alimento possui grãos integrais, significa que os grãos estão em sua forma completa, sem terem passado por processamentos industriais que retiram sua parte nutritiva para que ele fique branquinho”, explica Cinthia.

Ao optar pelo arroz e a farinha integral, ganha-se doses extras de fibras e complexo B – nutrientes que ajudam a melhorar o funcionamento do intestino, além de outros benefícios à saúde. As fibras também atuam diretamente na saciedade: ao consumir uma refeição com alimentos integrais, a pessoa tende a demorar mais para ter fome e a consumir um menor volume de alimentos a cada refeição. Por isso os alimentos integrais não podem faltar na sacola daqueles que buscam uma alimentação saudável.


Para marcar na agenda

Confira a seleção dos produtos e frutas do mês de abril:

Frutas: abacate, banana-maçã, caqui, jaca, kiwi, maçã, pera.

Legumes: abóbora, abobrinha, berinjela, beterraba, cará, chuchu, gengibre, inhame.

Verduras: alface, alho-poró, almeirão, catalonha, escarola, chicória, repolho.

Fonte: Cinthia Leitão, Nutricionista Funcional.




O que você procura?





fechar

Obrigado!


Seu cadastro foi realizado com sucesso.



fechar
Loading